04/05/2017 - 13h40 - Atualizado em 04/05/2017 - 15h34

Alguém poderá interromper a passagem do trem de Franco?

O grid da Moto2 se prepara para outra oportunidade de fazer descarrilar o trem do italiano

Fonte: MotoGP

Está três em três para Franco Morbidelli (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS) com o paddock de volta ao soloeuropeu, e o homem do momento parece mesmo imperturbável no turbilhão da velocidade em cada local. Suas façanhas recentes o colocaram como o favorito no Catar, Argentina e Américas. O GP  espanhol chega, no entanto, com sua velocidade já comprovada - e o tema de Jaws (filme "Tubarão")  toca para  ele.

Em alguns aspectos, a corrida no Texas jogou a estatística anterior pela janela para os quatro primeiros. Como Morbidelli, o segundo colocado Tom Lüthi (CarXpert Interwetten) e o companheiro de pódio  Takaaki Nakagami (Idemitsu Honda equipe Ásia) não tinham um grande retrospecto naquela pista, e esta é uma perspectiva não muito animadora para eles em  Jerez.

Por sinistro que pareça, Morbidelli, Lüthi e Nakagami têm boas lembranças do local. Lüthi, que está resistindo a sua tendência de ser um piloto que ganha força ao longo do ano, certamente levará em conta seu registro na Andaluzia – com três pódios anteriores e apenas um resultado fora dos dez primeiros. Surpreso com sua capacidade de permanecercom Morbidelli no Texas, talvez Jerez o ajude a reduzir essa distância e abrir uma boa batalha.

Nakagami também tem alguns bons resultados em Jerez, com dois top 5 em seu nome. O piloto japonês pode não ter ido ao pódio em cada rodada como seus rivais, mas um pontinho na Argentina não diminuiu a velocidade do nipónico. Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) – que já deu ao novo chassis  KTM o pódio em sua temporada de estreia – tem  a certeza de obter  outro bom resultado e se estabelecer como candidato ao título da Moto2™. E Jerez foi o primeiro local de teste do ano para o esquadrão da Moto2™, ou seja, a fábrica austríaca tem dados do circuito.

Franco Morbidelli venceu as três corridas da temporada

O GP espanhol do ano passado viu o herói da casa Alex Márquez (EG 0,0 Marc VDS) cair e abandonar, mas o campeão do mundo de Moto3™ em 2014 mostrou muito ritmo nesta temporada. Especialmente forte no início das corridas no Catar e COTA, o piloto de Cervera também tinha velocidade real para desafiar seu companheiro de equipe na Argentina até sua última volta, onde a má sorte o fez cair. Apesar desse incidente, Márquez é o único piloto que esteve perto de Morbidelli na última volta  até agora, em 2017.

Dominique Aegerter (Kiefer Racing) andou forte em Texas com a Suter, em uma pista onde ele foi um dos poucos a ter um bom resultado com o chassis suíço, e estará lutando para tentar manter essa forma sólida em Jerez – o mesmo acontecendo com Xavi Vierge, da Tech 3 Racing. Vierge, um piloto impressionante e consistente sobre o Mistral 610, está nos top 5 na classificação a caminho da sua corrida caseira – e vai querer manter esse nível incrível rolo na Andaluzia.

Os pilotos da Moto2 colocam as luvas pela primeira vez na sexta-feira às 5 de Brasília , com a corrida começando no domingo às 7:20.

Top 5 na Moto2 depois de 3 de 18 Grandes Pêmios em 2017:

1 - Franco Morbidelli (ITA - Kalex) 75 pontos
2 - Thomas Lüthi (SWI - Kalex) 56
3 - Miguel Oliveira (POR - KTM) 43
4 - Takaaki Nakagami (JPN - Kalex) 32
5 - Xavi Vierge (SPA - Tech3) 25

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,22 Nov