01/09/2014 - 13h47 - Atualizado em 01/09/2014 - 13h47

Rabat está orgulhoso com sua vitória em Silverstone

Como líder da classificação Rabat levou a sério a brilhante corrida

Fonte: Assessoria MotoGP

A corrida de Moto2™ no Hertz Grande Premio de Inglaterra viu Tito Rabat (Marc VDS Racing Team) ganhar na última volta, com o colega de equipe Mika Kallio e Maverick Viñales (Paginas Amarillas HP 40) a completarem o pódio.

Esteve Rabat, Marc VDS Racing Team, GBR RACE

Como líder da classificação Rabat levou a sério a brilhante corrida desde a quarta posição no grid, mantendo-se com o grupo da frente e passando o então líder Kallio nos momentos finais para voltar a somar o máximo de pontos.

Kallio fez tudo o que pôde para manter o colega de equipe espanhol atrás dele, mas acabou batido por apenas 0,063s, enquanto Viñales (Paginas Amarillas HP 40) voltou a mostrar todo o seu talento ao terminar em terceiro e apenas a 0,14s, de Rabat.

O homem da pole, Johann Zarco (AirAsia Caterham Moto Racing) foi quarto, a 2,571s do vencedor, enquanto Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) e Franco Morbidelli (Italtrans Racing Team) somaram bons pontos ao terminarem em quinto e sexto, respectivamente.

O piloto da casa Sam Lowes (Speed Up), Hafizh Syahrin (Petronas Raceline Malaysia), Mattia Pasini (NGM Forward Racing) e Axel Pons (AGR Team) completaram o Top 10.

Uma queda ainda nos momentos inicias da corrida arruinou o dia de Dominique Aegerter (Technomag carXpert), que tocou na roda de Maverick Viñales e acabou indo ao chão. O suíço voltou a subir na moto e terminou em 21º.

Quem também sentiu dificuldades no início da corrida foi o estreante Dakota Mamola, que se viu forçado a voltar ao  box da Mapfre Aspar Team Moto2 com problema técnico. Competindo no lugar do espanhol Nico Terol, Mamola voltou à corrida para ganhar experiência no final do pelotão.

Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2) foi ao chão no meio da corrida enquanto lutava por um resultado nos dez primeiros no dia de seu aniversário.

Um erro por parte de Jonas Folger (AGR Team) na Curva 16, na 13ª volta, onde ele escorregou e foi ao chão levando consigo Simone Corsi (NGM Forward Racing) – ambos os pilotos desistiram.

Na moto Taylor Made da Brough Superior Racing, o veterano de 50 anos Jeremy McWilliams fez prova valente apesar do nariz quebrado numa queda no sábado. O piloto terminou em último, a uma volta do primeiro, com a dobradinha que surgiu a três voltas do final. Mas o importante é que a formação recolheu muitos dados.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,21 Nov