10/04/2017 - 13h30 - Atualizado em 10/04/2017 - 13h30

Sem cometer erros, Franco Morbidelli vence GP da Argentina pela categoria Moto2

Piloto ítalo-brasileiro vence a segunda no ano

Fonte: Eduardo Coutelle - VGCOM

Com um desempenho constante e sem cometer erros, Franco MORBIDELLI (#21), da equipe EG 0,0 Marc VDS, foi o vencedor do Grande Prêmio Motul da Argentina pela categoria Moto2, em prova realizada na tarde deste domingo (9) no Circuito de Termas de Rio Hondo. O italiano largou bem e já nas primeiras curvas tomou a dianteira de Miguel OLIVEIRA (#44), da Red Bull KTM Ajo, piloto que havia feito a pole. A partir deste momento, iniciou o comando da prova, tendo seu companheiro de equipe, Alex MARQUEZ (#73), logo atrás, na segunda posição.

A dupla da EG 0,0 Marc VDS imprimiu um ritmo intenso e começou a abrir vantagem para os oponentes. O único piloto que conseguiu acompanhá-los foi o português Oliveira, que tentava reduzir a diferença para os ponteiros.

As voltas iniciais também foram marcadas por uma porção de incidente. Ainda na largada, Remy GARDNER (#87), da equipe Tech 3 Racing, e Takaaki NAKAGAMI (#30), da IDEMITSU Honda Team Asia, acabaram se tocando e os dois foram parar no chão na Curva 1. Em seguida foi a vez dos pilotos Fabio QUARTARARO (#40), da equipe Pons HP40, e Axel PONS (#49), da RW Racing GP, se envolverem num acidente, marcando fim de prova para os dois. Mas a queda mais feia foi a de Xavier SIMEON (#19), da Tasca Racing Scuderia Moto2. O piloto saiu da pista em alta velocidade e precisou receber atendimento médico devido a uma pancada forte na cabeça.

De volta às disputas por posições, Morbidelli e Marquez mantiveram um ritmo intenso ao longo de toda a corrida e ocuparam as duas primeiras posições até a volta final. Miguel Oliveira tentou uma reação e conseguiu tirar alguns décimos dos ponteiros, mas não o suficiente para buscar a ultrapassagem. Com isso, o resultado parecia definido. Porém, a volta decisiva trouxe surpresas. Marquez conseguiu se aproximar bastante do líder e chegou a assumir temporariamente a ponta, perdendo a posição logo em seguida.

Porém, um incidente acabou modificando completamente essa história e criando um novo final para o GP da Argentina. Marquez cometeu um erro, perdeu o controle da moto e acabou sofrendo uma queda restando poucas curvas o fim da prova. Com isso, seu companheiro, Franco Morbidelli recebeu a bandeirada em primeiro e Miguel Oliveira herdou a vice-liderança da corrida.

O abandono de Marquez modificou todas as posições seguintes. Thomas LUTHI (#12), da equipe CarXpert Interwetten, saltou para a terceira posição, e encerrou a prova logo à frente de Lorenzo BALDASSARRI (#7), da Forward Racing Team, em quarto, e de Xavi VIERGE (#97), da Tech 3 Racing, em quinto.

Confira abaixo a classificação final com os 10 primeiros colocados da categoria Moto2 no Grande Prêmio Motul da Argentina:
1º - Franco MORBIDELLI (#21), da EG 0,0 Marc VDS
2º - Miguel OLIVEIRA (#44), da Red Bull KTM Ajo
3º - Thomas LUTHI (#12), da CarXpert Interwetten
4º - Lorenzo BALDASSARRI (#7), da Forward Racing Team
5º - Xavi VIERGE (#97), da Tech 3 Racing
6º - Simone CORSI (#24), da Speed Up Racing
7º - Francesco BAGNAIA (#42), da SKY Racing Team VR46
8º - Sandro CORTESE (#11), da Dynavolt Intact GP
9º - Brad BINDER (#41), da Red Bull KTM Ajo
10º - Hafizh SYAHRIN (#55), da Petronas Raceline Malaysia

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,22 Nov