09/09/2015 - 10h25 - Atualizado em 09/09/2015 - 10h26

Destaque na 33ª edição do Enduro da Independência

Irmãos Rico e Galileu estreiam com o vice-campeonato

Fonte: Mundo Press

Irmãos Rico e Galileu estreiam com o vice-campeonato da Dupla Graduados; Cechet e Bombadinho são Top 10 na Master e Tainá Aguiar, quinta na Feminina

Irmãos Rigor Rico e Ripi Galileu, do Team Rinaldi, no Enduro da Independência 2015 - Crédito: Café Fotos/Mundo Press

O Team Rinaldi foi destaque entre as motocicletas da 33ª edição do Enduro da Independência, que teve fim neste domingo no Alphaville Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima (MG). Estreantes no tradicional evento de regularidade, os irmãos Rigor Rico e Ripi Galileu conquistaram o vice-campeonato da categoria Dupla Graduados. A equipe foi Top 10 na Master, com o gaúcho Michel Cechet em sétimo e Emerson Loth “Bombadinho”, campeão de 2014, em nono lugar. Na Feminina, Tainá Aguiar confirmou a quinta colocação.

A Rinaldi ainda marcou presença como apoiadora do Enduro da Independência, que incluiu três dias de disputas. O trajeto de 414 quilômetros passou por locais famosos da região, como as trilhas da Estrada Real e do Caminho do Ouro. O Team Rinaldi utilizou os pneus RW 33 na traseira e HE 40 na dianteira das motos, modelos da linha off-road da fábrica gaúcha. Acostumados aos terenos da região, Rico e Galileu, de Barão do Cocais (MG), chegaram muito perto do título da Dupla Graduados. “Foi por apenas um ponto”, contou Rico.

Assim como o irmão, ele compete em provas de Enduro FIM, as quais priorizam a velocidade e dispensam o uso de planilhas. “Gostamos muito da nossa participação. Perdemos a prova no primeiro dia, quando estávamos nos acostumando com a planilha, mas de toda forma foi um desafio muito legal e divertido. Ainda mais por andar com o meu irmão, agora estamos afiados no enduro de regularidade”, completou Rico.

Michel Cechet, do Team Rinaldi, no Enduro da Independência 2015 - Café Fotos/Mundo Press

Michel Cechet disputou o Enduro da Independência pela terceira vez. “É um desafio único. Todo piloto off-road deveria competir na prova pelo menos uma vez, para conhecer e se surpreender com as trilhas privilegiadas da região. A variedade de terrenos, com muita pedra e serras, não é encontrada em nenhum outro lugar do país”, explicou o gaúcho do Zanol Team Rinaldi ASW.

Emerson Loth, o Bombadinho, do Team Rinaldi, no Enduro da Independência 2015 - Crédito: Café Fotos/Mundo Press

Bombadinho, representante do Paraná, foi campeão em 2014, mas viveu altos e baixos nesta edição. “A largada é por sorteio e fui quase o último da Master no primeiro dia, o que rendeu bastante poeira e dificuldade. Ganhei o segundo dia da prova e voltei a ter dificuldades nas etapas finais. Tenho certeza de que poderia ter ido melhor, mas vamos para a próxima”, disse.

Tainá Aguiar, do Team Rinaldi, no Enduro da Independência 2015 - Café Fotos/Mundo Press

Na Feminina, Tainá Aguiar foi outra estreante do evento. “Gostei bastante da prova, muito bem organizada. Passamos por vários tipos de terreno, mesmo estando apenas em Minas Gerais. A única ressalva foi que tive problemas mecânicos no primeiro dia e não pude aproveitar 100% do trajeto”, concluiu a piloto.

Resultados Finais – 33º Enduro da Independência

Categoria Master
1º - Jomar Grecco – 126 pontos
2º - Bruno Crivilim - 103
3º - Lucas Nunes - 96
4º - Gian Gianino Coscarelli - 91
5º - Tunico Maciel - 87
7º - Michel Cechet - 82 - Team Rinaldi
9º - Emerson Loth "Bombadinho" - 71 - Team Rinaldi

Dupla Graduado
1º - Vinicius Moraes "Galego" / Henrique Ferreira - 130
2º - Rigor Rico / Ripi Galileu - 129 - Team Rinaldi
3º - Roberto Cezar de Paula / Bernardo Silva Campos - 107
4º - Breno de Almeida Rezende / Fabio Gali Rocha - 105
5º - Evandro Bozetti / Lucio Pinto Ribeiro - 89

Feminina
1º - Janaina Fagundes de Souza - 147
2º - Laura Nunes - 120
3º - Sabrina Katana - 116
4º - Andrea Machado Nunes Campos - 88
5º - Tainá Aguiar - 87 - Team Rinaldi

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,13 Nov