22/04/2016 - 09h37 - Atualizado em 22/04/2016 - 09h38

Irmãos fazem dobradinha na categoria Silver do Minas Riders 2016

Pilotos do Team Rinaldi, Rigor Rico vence na etapa do Hard Enduro Series, em Minas Gerais, seguido por Ripi Galileu

Fonte: Mundo Press

Rigor Rico (numeral 111) e Ripi Galileu (112), do Team Rinaldi, fazem dobradinha na categoria Silver do Minas Riders 2016 - Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

Rigor Rico foi o grande vencedor da categoria Silver no Minas Riders, etapa do Hard Enduro Series para motocicletas, seguido por Ripi Galileu. A dobradinha dos irmãos do Team Rinaldi foi confirmada na noite desta quarta-feira (20), após quatro dias de disputas e quase 500 quilômetros percorridos pelos caminhos mais difíceis de Minas Gerais. O roteiro teve início e fim em Belo Horizonte e passou por cidades como Nova Lima, Ouro Preto e Rio Acima.

“A prova foi surpreendente, estou satisfeito demais com o desempenho. Fizemos a escolha certa de correr na Silver para ganhar experiência e a ideia é competir na classe Gold no ano que vem”, afirmou Rico, referindo-se à categoria que inclui os principais pilotos do cenário internacional da modalidade.

Rigor Rico, do Team Rinaldi, vence categoria Silver do Minas Riders 2016 - Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

“Ataquei bastante no primeiro dia de prova e consegui uma boa vantagem, assim pude ficar mais tranquilo nas outras etapas. Os trechos de maior dificuldade foram as descidas íngremes”, contou o piloto. Galileu destacou outros desafios. “Foi uma experiência diferente de tudo que já tínhamos vivido, incluindo a navegação por GPS. Superamos as dificuldades e batalhamos juntos para terminar bem e deu tudo certo”, finalizou.

Janaína Souza em Portugal – Janaína Souza foi outra atleta do Team Rinaldi que ganhou experiência internacional nos últimos dias. Ela competiu pela classe Feminina no Campeonato Português de Enduro FIM para motocicletas no último domingo (17), em Gouveia, que ainda foi palco de etapa válida pelo Campeonato Mundial. Foi a estreia da competidora em provas fora do Brasil.

A brasileira foi a mais rápida da especial de Enduro e teve problemas mecânicos no Cross Test. Mesmo assim, somou o menor tempo da classe feminina e teria vencido a prova, caso não fosse punida pela organização por ter recebido ajuda de sua equipe. “Eu ganhei, perdi e aprendi. Fiz o meu melhor e mostrei a todos por que vim competir em Portugal. A prova em Gouveia foi muito difícil, ainda mais pela forte chuva que caiu nos dias anteriores”, resumiu Janaína. “Agradeço a todos que tornaram esse sonho possível, aos amigos que ficaram na torcida e aos patrocinadores por acreditarem no meu trabalho”, concluiu.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,14 Nov