14/09/2016 - 00h53 - Atualizado em 14/09/2016 - 00h56

Nícolas Ferreira e Natan Azevedo vencem abertura do Brasileiro de Freestyle

Na categoria Pró, chamou a atenção o desafio elevado presente nas manobras

Fonte: Assessoria CBM

Nícolas Ferreira        Foto: BES

O Brasileiro de Freestyle Motocross 2016 teve abertura realizada neste domingo (11), em Ourinhos (SP). Chancelado pela Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), inovou as competições da modalidade no País ao incluir as categorias Júnior e Máster. Categorias complementares à principal, Pró. E neste ambiente de expansão, coube a Nícolas Ferreira (Pró), Natan Azevedo (Máster) e Janael Nascimento (Júnior) ocuparem o topo do pódio.

Na categoria Pró, chamou a atenção o desafio elevado presente nas manobras. As combinações de backflip e sequências de movimentos ditaram o ritmo. Nícolas Ferreira e Kiko Silva encabeçaram a disputa da categoria principal. E após batalha intensa de manobras, Nícolas sagrou-se vencedor.  O piloto radicado em Sinop (MT) levou à pista rotina impressionante, formada por backflip superman, cancan para double nac, jetski para tsunami,  surfer para tsunami backflip, heelclicker flip e backflip seat grab.

Apesar da experiência considerável realizando apresentações por todo o País, esta foi a primeira competição oficial de Nícolas, de apenas 20 anos. “Este foi meu primeiro campeonato. Graças a Deus, deu tudo certo para eu sair com a vitória. Consegui 'rasgar'  (estender) a maioria das manobras. Acertei todas. Não cometi falhas e o nível técnico foi elevado”, avaliou o vencedor.

E se na categoria Pró dois pilotos comandaram a disputa, na Máster o número  de ponteiros aumentou. Três pioneiros do freestyle motocross nacional buscaram, manobra a manobra, o primeiro posto: Natan Azevedo, Cyro de Oliveira e Giancarlo Bergamini. Por fim, Natan conseguiu ligeira vantagem que lhe garantiu a vitória. Cyro e Giancarlo terminaram empatados na segunda posição.

Natan    Foto: BES

Natan demonstrou estilo energético, e no escopo de saltos alcançou boa variedade, com destaque para cordova e hartattack. Hoje, com  mais de 30 anos no motocross, dos quais 15 deles no FMX, além da satisfação pela conquista o mineiro enfatiza o estímulo propiciado pela recém-criada categoria Máster (pilotos com idade superior a 32 anos).

“Sempre gostei de competir. Acredito que competir faz o piloto evoluir. Fiquei muito feliz com a vitória. Deu uma empolgada para praticar mais, envolver-se mais com o esporte”, explicou Natan Azevedo.

Prova maior do impulso da categoria Máster é a perspectiva revigorada de Natan: “Acredito que serão realizadas mais duas etapas este ano. Agora, é treinar mais um pouco, pois tenho certeza que os 'caras' vão querer pegar esse pódio. E em 2017 estou na área”, adiantou o piloto, no auge dos 48 anos.

Na categoria Júnior (estreantes acima de 18 anos), Janael Nascimento terminou na primeira posição.

O Brasileiro de Freestyle Motocross foi uma das atrações do Ourinhos Motofest, um dos principais encontros de motociclistas do Brasil. Segundo a organização, o evento que completou 18 edições este ano contou com a presença de 30 mil pessoas ao longo dos cinco dias de realização (07 e 11 de setembro).

A segunda etapa do Brasileiro de Freestyle Motocross 2016 está programada para 12 e 13 de novembro, em Bragança Paulista (SP).

Brasileiro de Freestyle Motocross 2016

1ª Etapa – Ourinhos (SP)

Categoria  Pró

1 – Nícolas Ferreira

2 – Jonílson Kiko Silva

3 – Diego Djamdjian

4 – Robert Fireball

Categoria  Máster

1 – Natan Azevedo

2 – Cyro de Oliveira

2 – Giancarlo Bergamini

3 – Gianpaulo Bergamini

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,16 Jan