17/02/2017 - 11h47 - Atualizado em 17/02/2017 - 11h54

Gaúcho de Motocross, encerra temporada com a definição dos seus campeões 2016

A grande final ocorreu no, 23 de outubro de 2016 na cidade de Montauri

Zuun,motorcycles

Aconteceu neste domingo, 23 de outubro de2016 na cidade de Montauri a grande final do Campeonato Gaúcho de Motocross que neste ano o campeonato se desenrolou em sete grandes etapas, todas realizadas com sucesso por parte da Federação Gaúcha de Motociclismo (FGM), pilotos, chefes de equipes e seus familiares.

No warm-up pela manhã, uma chuva moderada mudou o cenário da pista e obrigou os pilotos a alterarem radicalmente suas estratégias na conquista do tão sonhado título de campeão da temporada 2016. Alguns pilotos andaram com o regulamento embaixo do braço e outros fizeram de tudo para mudar a história desta grande final. Alegrias e tristezas foram se desenhando ao longo do dia, mas sem dúvidas, 23 de outubro de 2016 será uma data para ficar marcada na história e no coração dos apaixonados por motocross.

Na primeira prova do dia e sabendo que a categoria Júnior já tinha o campeão antecipado da temporada 2016, Bruno Schimitz de Três Passos resolveu não entrar apenas para cumprir tabela e queria mais, queria terminar o ano com sete vitórias em sete etapas e foi o que ele fez, carimbando de vez o campeonato com a incrível soma de 150 pontos. Gabriel Andrigo da cidade de Marau levou o vice-campeonato somando 128 pontos.

Na sequência e embalados pela chuva, os “pequenos” das cinquentinhas encararam uma pista pesadíssima e Pietro Piroli de Tapejara conquistou o título da categoria 50cc A somando 147 pontos contra os 138 do piloto de Marau Matheus Kappel que ficou com o vice-campeonato.

Na 50cc B o catarinense de Itapiranga Rafael Becker já havia conquistado de forma antecipada o título deste ano, venceu mais uma e somou 150 pontos na geral. O vice-campeonato desta categoria ficou com Gustavo Nogueira, piloto de Parobé.

Com a pausa do meio-dia, os trabalhos foram retomados com uma breve abertura do sol entre as nuvens, mas não foi o suficiente para deixar a pista mais leve.

Na primeira corrida da tarde a briga por posições entre os pilotos foi intensa do início ao fim entre Fabiano Ribeiro,  e mesmo chegando em segundo, o piloto carioca Walter Sérgio Tardim sagrou-se campeão gaúcho 2016 na categoria MX4 com 141 pontos. Leandro Schwindt de Novo Hamburgo sentiu o peso da pista e terminou sua prova em quarto. Com este resultado, Leandro somou 125 pontos e levou para casa o vice-campeonato. Fabiano Ribeiro venceu a prova.

Prova fantástica. A intermediária MX2 protagonizou uma disputa limpa entre os pilotos Leonardo Tenedini de Porto Alegre e Douglas Colett da cidade de Casca. Empatados em pontos, era vencer ou vencer para ambos e largando atrás, mas com muita maturidade, Tenedini administrou melhor sua pilotagem na pista ainda pesada e conquistou o título de 2016 desta categoria. Para Colett o vice-campeonato também teve um gostinho de vitória.

Na 65cc muita emoção rolou! Com mais uma vitória de Henrique Henicka, o piloto de Lajeado lacrou de vez a temporada 2016 na categoria. Rafael Becker de Itapiranga que vinha absoluto para conquistar o vice-campeonato, até largou bem, mas com um tombo no meio da prova, viu Garmichel Gihel de Dois Irmãos lhe passar na pista e na pontuação geral do campeonato levando para sua cidade o vice-campeonato de 2016 com quatro pontos de diferença para Becker.

Walter Tardim do Rio de Janeiro e Matias Wisnieswski de Frederico Westphalen entraram na pista para decidir o título da MX3. Nove pontos separavam os dois, mas quem ganhou a prova foi nada mais nada menos que Maiara Basso fazendo uma bela corrida levando o público presente ao delírio. Matias não conseguiu abrir vantagem maior e ficou com o vice-campeonato. Walter por sua vez e chegando em terceiro venceu mais um campeonato e vai entrar 2017 como campeão absoluto das categorias MX3 e MX4.

Uma das provas mais esperadas do dia ficou por conta da MX2 com o confronto direto ao título entre Felipe Mombach de Montenegro e Leonardo Lizott de Sertão. Com um tombo logo na largada e ficando muito atrás, Mombach soube manter a calma e terminar a prova em terceiro e assegurar o título de campeão 2016 da MX2. Lizott que chegou a beliscar a primeira posição da prova, chegou em segundo e não foi o bastante para ultrapassar Mombach na geral, ficando com o vice-campeonato a apenas 3 pontos do líder. A prova foi vencida pelo piloto Mateus Basso.

Disputando o campeonato da Intermediária MX1 Fabiano Nestor dos Santos de Venâncio Aires e Nicolas de Oliveira de Portão entraram com apenas três pontos de diferença entre ambos e com uma largada incrível, Fabiano administrou do início ao fim a conquista do título de 2016. Para Nicolas, será uma corrida para esquecer, pois logo na largada caiu e perdeu muito tempo para retomar a corrida não conseguindo mais chegar em Fabiano. Mesmo assim leva para a cidade de Portão o vice-campeonato da Intermediária MX1.

Na nacional e com um campeonato perfeito, Cassio Anacleto Espíndola de São João do Sul, Santa Catarina, levou para seu estado o título de campeão gaúcho 2016 da categoria Nacional com seis vitórias em sete etapas. Na disputa pelo vice-campeonato a briga ficou entre os pilotos Jailo Boesing de Frederico Westphalen e o piloto da casa Leandro Fole, de Montauri. Com o apoio efervescente do público local, Fole, apesar de ir ao chão, buscou forças e ainda, chegou a frente de Jailo ficando em casa o título de vice-campeão da categoria.
Finalizando com a última prova oficial do motocross gaúcho, a MX Pró novamente teve como protagonistas ao título Felipe Mombach de Montenegro e Leonardo Lizott de Sertão. Só que para Mombach, bastava chegar em quinto que mesmo assim levaria o título para Montenegro. Tudo aconteceu como esperado e o piloto sensação de 2016 Felipe Mombach faturou além da Pró a MX2 e vai para 2017 como o piloto a ser batido nestas duas categorias. Para Lizott, vencedor da prova,  ficou com  o vice-campeonato da categoria.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

Classificação,

    PILOTO PONTUAÇÃO
    1 Antonio Cairoli 478
    2 Clement Desalle 387
    3 Gautier Paulin 383
    VEJA TABELA COMPLETA

esportes,20 Nov