01/07/2016 - 10h35 - Atualizado em 06/07/2016 - 11h35

Resultados: Brasileiro de MX e do Enduro FIM

Chumbinho vence na MX4 pelo Brasileiro de Motocross

Texto: Janjão Santiago - Assessoria do Campeonato

Foto: Tiago Racecross

Foi realizada nesse fim de semana, 25 e 26, a 2ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross para as classes MX4, MXF, 65cc e 55cc. A competição que também foi  válida pela 3ª Etapa do Campeonato Catarinense da modalidade, aconteceu em Joinville-SC. Cerca de  5 mil pessoas prestigiaram o evento.

A prova ainda marcou a inauguração do Centro de Treinamento Chumbinho Becker. A pista projetada para o CT tem 1300 metros com elevações e formou muitas canaletas que proporcionaram um espetáculo maior ainda.

Foto: Tiago Racecross

Na categoria 55cc, Rafael Becker levou a melhor e ficou com a vitória, seguido por Vitor Hugo e Bruno Leal. Já na 65cc, José Antonio "Pedrinho" ficou com a primeira posição. Rafael Becker ficou com segundo e Henrique Henicka em terceiro. Entre as mulheres que deram show na classe MXF, Maiara Basso foi a mais rápida e ficou com o lugar mais alto do pódio. Janaina Todeschini chegou na segunda colocação e Ana Flávia foi a terceira.

Já na categoria MX4, o piloto Milton Becker que deu o nome ao motódromo ficou com a vitória. Walter Tardin foi o segundo colocado e Richard Berois o terceiro.

Foto: Tiago Racecross

Os resultados completos podem ser conferidos no site: http://www.fcm.org.br/resultados.php?prova=2015&camp=350&etapa=3

Mais uma vez 4° Enduro de Aracruz é sucesso!

Foto: Janjão Santiago

A cidade de Aracruz, pelo 4º ano consecutivo,  fez parte do calendário do Campeonato Brasileiro  Borilli de Enduro FIM. E mais uma vez, foi bastante elogiado pelos pilotos, que afirmaram que as especiais estavam dignas de etapa do Mundial. Um dos pilotos que se entusiasmou bastante com a prova foi Luiz Felipe Braga Bastos, experiente piloto com várias participações em provas do Mundial de Enduro e Medalha de Ouro no Six Days.

“Foi uma prova sensacional! Verdadeiras especiais de enduro! A disputa por posições foi até a ultima especial! Sem dúvida, foi a melhor prova do ano até agora!”, afirmou o piloto.

A disputa começou com domínio do piloto local, o aracruzense Bruno Crivilin, vencedor da última prova na Geral. No sábado o piloto começou imprimindo um ritmo muito forte e deixando a briga pelo segundo lugar com Rômulo Bottrel, do Zanol Team ASW Rinaldi, e Ian Blythe, também da Orange BH.

Mas na última volta do dia, Bruno teve uma torção no joelho e abandonou a prova, deixando a disputa para Blythe e Bottrel, que foram se alternando na frente até a última especial. Com uma queda de Bottrel a poucos metros do fim, a especial foi vencida por Ian Blythe, que terminou o dia apenas com dois segundos de vantagem na frente.

No domingo a prova se manteve como no sábado, com Bottrel e Ian disputando cada especial e se alternando. Mais uma vez, chegaram na última especial do dia praticamente empatados – a diferença era de menos de um segundo (74 centésimos). E novamente, vitória do norte-americano Ian Blythe, seis segundos na frente de Rômulo Bottrel.

Foto: Janjão Santiago

Nas disputas das Categorias, Rômulo Bottrel foi o campeão da E1, com Bruno Batista Martins (Zanol Team ASW Rinaldi) na segunda colocação, e Ronald Santi (Motofield Honda) em terceiro.

Na E2 vitória de Ian Blythe, que se mantém invicto na temporada, vencendo todas as etapas até aqui. Em segundo ficou Julio Ferreira (Zanol Team ASW Rinaldi) e na terceira colocação Lucas Busatto Marques.

A E3 viu se repetir no degrau mais alto do pódio o mesmo piloto, desde o início de 2015. Gustavo Pellin (Equipe Sacramento KTM), que foi campeão invicto na temporada passada, caminha para repetir o feito. Venceu todas esse ano também. Na segunda colocação ficou Ripi Galileu (3R – Orange BH) e em terceiro Thiago Vermelho Pimenta (Thiago Vermelho Team – Orange BH).

A Categoria E4 viu os favoritos, que estão na disputa do título brasileiro, ficarem pelo caminho. Com isso, a vitória ficou com o piloto Tiago Wernewrsbach, com Anderson Simoni (Irmão Simoni) na segunda colocação, ambos capixabas. Na terceira colocação ficou o mineiro Vitor Borges Garcia (Speed Timming).

Na Categoria Junior o capixaba Bruno Crivilin perdeu a invencibilidade, ao abandonar a prova. A vitória ficou com Vinicius Calafatti (Equipe Sacramento KTM), com Willian Dalmonech na segunda colocação. Em terceiro ficou Gelson Almeida Carlos (Margel). 

A Categoria E35 teve vitória de Nielsen Bueno (Equipe Sacramento KTM), que foi homenageado pelo Trail Clube Tribo da Trilha, organizador do evento. Com isso, está a apenas dois pontos do líder Michel Cechet (Zanol Team ASW Rinaldi), que ficou na terceira colocação na prova. O segundo colocado foi Luiz Felipe Braga Bastos (Equipe Orange BH KTM Racing).

Na E40 o vencedor foi Cassiano Tebaldi (Equipe Sacramento KTM), com Jouber Zambaldi na segunda colocação. Em terceiro ficou o campeão do Regularidade Jomar Grecco (Equipe Orange BH KTM Racing).

A Categoria E45 teve mais uma vitória de Pélmio Carvalho Filho (Equipe Orange BH KTM Racing). Na segunda colocação ficou Evandro Bozetti (Zanol Suport) e em terceiro Rodrigo Cavaline (Auto Center Cavaline).  

Futuro garantido – O Enduro de Aracruz contou com uma inédita participação das crianças em uma prova do Brasileiro. Na “Especial Edgers”, que contava com parte de uma pista de Motocross, a criançada pode soltar a adrenalina e mostrar suas habilidades. No Campeonato Capixaba foram criadas esse ano as categorias Infantil A (até 8 anos), Infantil B (de 9 a 12 anos), e Juvenil (de 13 a 15 anos). E a gurizada acelerou com vontade! Na Infantil A, vitória de Hugo Capoani Crivilin. Na Infantil B, o vencedor foi Danilo Vescovi Sfalsim. E na Juvenil, vitória de Eduardo José Sagrilo.

A prova contou com três especiais dignas de etapas do Mundial. Os pilotos largavam da Praça da Paz e seguiam em direção a Especial Edgers, com 4,4 kms de extensão, dentro da cidade. Depois encaravam a Especial Borilli, em meio a uma grande quantidade de pedras, com visual incrível. E pra finalizar, a Especial ASW, em meio a muitas subidas e descidas em mata.

Mais Rápidos – A organização destinou uma premiação especial aos pilotos mais rápidos do fim de semana. Na Especial Borilli o mais rápido foi o Bruno Crivilin, que estabeleceu o recorde da especial, e mesmo abandonando a prova ainda no sábado, não conseguiu perder a marca estabelecida e levou um par de pneus de premiação. Na Especial Edgers, o mais rápido entre os pilotos da categoria Ragional Importadas é que levaria o prêmio. E o recorde na categoria foi estabelecido por Ângelo Luminato Barcelos, que levou um kit de produtos Edgers com disco de freio, coroa, manoplas e manetes. Na especial ASW a premiação foi pro mais rápido dentre os pilotos da categoria Regional Nacional. E quem levou um capacete ASW pra casa foi Bruno Petter, o mais rápido da categoria.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

Classificação,

    PILOTO PONTUAÇÃO
    1 Antonio Cairoli 478
    2 Clement Desalle 387
    3 Gautier Paulin 383
    VEJA TABELA COMPLETA

esportes,19 Nov