15/10/2014 - 17h45 - Atualizado em 15/10/2014 - 17h49

Resultados da Sétima Etapa do Brasileiro de Motocross em Santa Maria/RS

Adrenalina e mudanças de favoritos marcaram a sétima etapa do BR de motocross

Fonte: Assessoria CBM

Vinicius Abreu vence prova da Junior

Os pilotos da categoria Junior entraram na pista para a última Etapa do Brasileiro de Motocross, em Santa Maria (RS), para disputar a 2ª posição no Campeonato, já que Enzo Lopes conquistou o título antecipado na penúltima etapa da categoria, em Paty do Alferes (RJ).

Leonardo Almeida largou na frente, mas teve problemas na moto. Quem aproveitou foi o paulista Frederico Spagnol que assumiu a ponta, mas não por muito tempo, o piloto perdeu a posição para o paranaense Lucas Nogueira.

Em seguida Spagnol acabou ficando em uma canaleta e Vinicius Abreu assumiu a segunda posição. José Felipe Mombach e Renato Costa aproveitam e também fizeram a ultrapassagem. Spagnol voltou em quinto lugar, mas acelerou e acabou finalizando em quarto.

Vinicius Abreu (Foto: Kelson Rene/CBM)

Aos 16 minutos de prova Vinicius acelerou e ultrapassou Lucas na curva antes da largada e venceu a disputa. “Foi uma prova muito boa. Larguei mal, mas consegui ganhar algumas posições, com alguns pilotos caindo e algumas ultrapassagens. Estou muito feliz. Foi a minha primeira vitória”, declara Vinicius de Abreu.

Mesmo em quarto na prova, Frederico Spagnol ficou em segundo lugar na classificação do Campeonato.

“Não comecei muito bem o Campeonato. O líder acabou abrindo muito. Mas consegui um bom resultado ao me tornar vice-campeão da categoria”, afirma Frederico Spagnol.

Pódio da Junior (Foto: Kelson Rene/CBM)

5 primeiros da prova:

1º Vinicius Abreu

2º Renato Costa

3º Lucas Nogueira

4º Frederico Spagnol

5º José Felipe MOmbach

Classificação do Brasileiro:

1º Enzo Lopes – 150 pts

2º Frederico Spagnol – 126 pts

3º Vinicius Abreu – 122 pts

4º José Felipe Mombach – 99 pts

5º Djalma de Brito – 91 pts

Espanhol vence e assume liderança do Brasileiro de Motocross

O espanhol  Carlos Campano, provou dentro da pista que é preciso acreditar até o fim. O piloto venceu as duas baterias da MX1 e assumiu a liderança da principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motocross. A 7ª etapa da competição foi realizada neste fim de semana, dias 11 e 12, em Santa Maria (RS).

Campano sofreu uma lesão no tornozelo e ficou de fora da 3ª etapa em Canelinha (SC). Ele perdeu muitos pontos também na 4ª rodada, em Campo Grande (MS). O piloto que liderava o ranking chegou a cair para quinto colocado, mas venceu três etapas seguidas e reassumiu a ponta da tabela.

O piloto contou com o azar do então líder da categoria, o equatoriano Jetro Salazar, que abandonou as duas baterias deste domingo e não pontuou. “Eu sofri muito nesse Campeonato correndo no sacrifício, mas sabia que o Jetro não poderia ser perfeito a Temporada inteira e uma hora iria ter problemas também. Consegui aproveitar e assumi a liderança”, conta Carlos Campano.

Carlos Campano (Foto: Kelson Rene/CBM)

Com os resultados da rodada em Santa Maria Carlos Campano chegou a 270 pontos, nove a mais eu o segundo colocado Balbi Jr.  Jetro Salazar caiu para a quarta posição com 241 pontos somados.

“Agora está tudo aberto. Mas eu dependo só de mim. Vou dar meu máximo na última etapa e tentar conquistar novamente o título do Campeonato”, declara Campano que foi campeão da categoria em 2012.

Pódio MX1 (Foto: Kelson Rene/CBM)

A decisão da categoria será no próximo fim de semana, 18 e 19 de outubro, durante a final do Campeonato que será realizada em Toledo (PR). Na etapa ainda estarão em disputas as categorias MXF, MX4 e 230cc.

Classificação do Campeonato:

1º - Carlos Campano - 270 pts
2º - Antonio Balbi Junior - 261 pts
3º - Jean Ramos - 260 pts
4º - Jetro Salazar - 241 pts
5º - Wellington Garcia - 212 pts

*Classificação completa: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=55&idCampeonato=293&organizador=CBM&idModalidade=13

1ª bateria

A primeira bateria foi marcada por vários pilotos abandonando a prova. Adam Chatfield largou na ponta, mas logo o americano Kyle Regal assumiu a primeira posição. O venezuelano Carlos Badiali estava em terceiro e o espanhol Carlos Campano em quarto.

Adam caiu e perdeu posições. Campano assumiu a ponta da prova seguido do venezuelano. Mas, Jean Ramos chegou perto, pressionou Badiali e conquistou a segunda posição. Faltando 10 minutos para o final, Marcello Lima que estava em terceiro caiu e Jorge Balbi Junior assumiu a posição.

Jetro Salazar não largou bem, em 11º. O equatoriano até conquistou boas posições durante a prova, mas acabou deixando a disputa, com problemas na embreagem da moto. Humberto Martin, Adam Chatfield, Wellington Garcia também não terminaram a 1ª bateria.

5 primeiros da 1ª bateria:

1º - Carlos Campano

2º - Jean Ramos

3º - Jorge Balbi Junior

4º - Marcello Lima

5º - Kyle Regal

*Resultado completo: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3954&organizador=CBM&idModalidade=13

2ª bateria

O espanhol Carlos Campano largou na frente, mas o inglês Adam Chatfield assumiu a ponta. No entanto não demorou muito para Campano reassumir a liderança da prova.

O inglês começou a perder rendimento e também posições. Enquanto Campano abria vantagem, Jean Ramos e Balbi Jr. fizeram boa briga pela segunda posição

Balbi conseguiu boa ultrapassagem, mas Jean Ramos deu o troco. Uma volta depois, Balbi assumiu novamente a vice-liderança da prova, mas dessa vez em definitivo.

Jetro Salazar abandonou a prova quando estava na terceira colocação. 

5 primeiros da 2ª bateria:

1º - Carlos Campano

2º - Balbi Junior

3º - Jean Ramos

4º - Marcello Lima

5º - Adam Chatfield

*Resultado completo: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3955&organizador=CBM&idModalidade=13

Somatória das baterias:

1º - Carlos Campano

2º - Jean Ramos

3º - Jorge Balbi Junior

4º - Marcello Lima

5º - Kyle Regal

*resultado completo: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3955&organizador=CBM&idModalidade=13

Brasileiro de Motocross tem reviravolta na MX2 e Hector é o novo líder

Os pilotos Thales Vilardi e Paulo Alberto chegaram a 7ª etapa do Brasileiro de Motocross, em Santa Maria (RS), brigando pela liderança do Campeonato na categoria MX2. Mas o dia foi de reviravolta.

Hector Assunção  acabou saindo da etapa líder da competição, com um segundo lugar na primeira bateria e com uma vitória na segunda prova do dia. Thales sofreu uma queda na primeira disputa do dia e machucou o ombro. O piloto até particou da prova seguinte, no enatnto abandonou com dores.

O português Paulo Alberto, que havia vencido a primeira bateria, não terminou a segunda prova do dia com problemas na moto. Com o resultado das provas Hector chegou a liderança com 290 pontos, sete a mais que o português Paulo Alberto. Thales Vilardi é o terceiro com 270 pontos.

Hector Assunção (Foto: Kelson Rene/CBM)

“Corrida é assim. Um dia você está em primeiro e outro já não mais. A prova só termina na bandeira quadriculada. Estou muito feliz por assumir a liderança e agora é acelerar em Toledo (PR) para tentar conquistar o título”, declara Hector Assunção.

Classificação:

1º - Hector Assunção    -  290 pts 

2º - Paulo Alberto         - 283 pts

3º - Thales Vilardi         - 273 pts

4º - Anderson Cidade   - 211 pts

5º -  Gustavo Pessoa    - 204 pts

*classificação completa: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=54&idCampeonato=293&organizador=CBM&idModalidade=13

1ª bateria

Thales Vilardi largou na ponta, seguido de Hector Assunção, Paulo Alberto, Anderson Cidade e Anderson Amaral. Logo na primeira volta Paulo ultrapassou Hector e assumiu a segunda posição, e já foi para cima de Thales. Aos sete minutos conseguiu chegar à primeira colocação e abriu três segundos de vantagem.

Thales não desistiu e se aproximou de Paulo assumindo novamente a ponta, aos 18 minutos. Os dois travaram uma disputa eletrizante. Nas últimas voltas para o final o português deu o troco em Thales. O brasileiro pressionou para voltar à posição e acabou caindo. O piloto sentiu o ombro e demorou um pouco para voltar para a disputa, terminando em oitavo. Paulo cruzou o arco de chegada em primeiro, seguido de Hector Assunção.

5 primeiros da 1ª bateria:

1º Paulo Alberto

2º Hector Assunção

3º Dudu Lima

4º Anderson Cidade

5º Fábio dos Santos

Resultado completo: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3956&organizador=CBM&idModalidade=13

2ª bateria

Anderson Cidade largou na primeira posição, seguido por Hector Assunção. Paulo Alberto logo fez boas ultrapassagens e assumiu a primeira colocação da prova.

Thales Vilardi que era dúvida para a prova, alinhou no gate. O piloto andou poucas voltas e abandonou a disputa por causa das dores no ombro.

Paulo Alberto abria vantagem sobre Hector Assunção, quando teve problemas na moto. O português, inconformado abandonou a prova, deixando livre o caminho para Hector Assunção.

5 primeiros da 2ª bateria:

1º - Hector Assunção

2º - Anderson Cidade

3º - Anderson Amaral

4º - Fabio Aparecido Dos Santos

5º - Pedro Henrique Bueno

*Resultado completo:  http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3957&organizador=CBM&idModalidade=13

Pódio MX2 (Foto: Kelson Rene/CBM)

Soma das Baterias:

1º - Hector Assunção

2º - Anderson Cidade

3º - Anderson Amaral

4º - Fabio Aparecido Dos Santos

5º - Eduardo Lima

Milton Becker vence, mas Davis Guimarães garante título da MX3

O sábado (11) foi de decisão na 7ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada em Santa Maria (RS). Três categorias tiveram os campeões definidos nas disputas de hoje.

Davis Guimarães (Foto: Kelson Rene/CBM)

Na categoria MX3, Davis Guimarães e Milton Becker, o Chumbinho fizeram um grande duelo pela primeira posição desde o início do Campeonato. Davis Guimarães chegou a 7ª etapa com uma boa vantagem sobre o segundo colocado, Chumbinho.

Na disputa decisiva Erivelto Nicoladelli saiu na frente, mas Davis Guimarães assumiu a primeira colocação ainda na primeira volta. O líder da categoria sofreu uma queda, perdendo algumas posições. Chumbinho, segundo colocado na classificação assumiu a ponta.

Davis Guimarães administrou a 3ª colocação da prova e garantiu o título na categoria MX3. É a segunda conquista dele na categoria pelo Campeonato Brasileiro de Motocross.

Foto: Kelson Rene/CBM

“Estou muito feliz. Esse é o resultado de um trabalho que nossa equipe vem fazendo, por isso dedico o meu título a todos. Desde o início do ano estamos buscando este título e agora encerramos a temporada com o dever cumprido”, declara Davis Guimarães, que comemorou muito o título.

“Foi um ano muito difícil para mim. Sofri lesões e minha recuperação foi complicada. Mas, fiquei feliz com o resultado”, conta Milton Becker que defendia o título da categoria.

Pódio MX3 (Foto: Kelson Rene/CBM)

Resultado:

1º - Milton Becker

2º - Willian Guimarães

3º  - Davis Guimarães

4º  - Richard Gabriel Berois

5º -  Pablo Fabian Florin

*Resultado completo no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3958&organizador=CBM&idModalidade=13

Classificação:

1º -  Davis Guimarães  - 163 pts

2º -  Milton Becker  - 160  pts

3º -  Richard Gabriel Berois - 124  pts

4º -  Mariana Balbi  - 120 pts

5º -  Erivelto Nicoladelli - 85 pts

*Classificação completa no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=53&idCampeonato=293&organizador=CBM&idModalidade=13

Matheus Favero vence e é o campeão na 65cc

O piloto Matheus Favero venceu a prova da 65cc realizada neste sábado, 11, em Santa Maria (RS), válida pela 7ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross  e garantiu o título da categoria.

Matheus Favero (Foto: Kelson Rene/CBM)

O piloto tirou uma diferença de nove pontos para Joaquim Neto que chegou como líder na prova. Matheus Favero largou em segundo na prova, atrás somente de Pedro Augusto Chagas.

Matheus Favero logo assumiu a ponta e Diogo Moreira ficou com a segunda posição. Joaquim Neto não largou bem, na 6ª posição. O piloto que liderava a categoria conseguiu boas ultrapassagens, mas acabou sofrendo uma queda, deixando escapar o título da categoria.

Matheus Favero sofreu pressão de Diogo Moreira, no entanto ainda terminou em primeiro. Joaquim Neto terminou a prova na 5ª colocação. Com o resultado,  Matheus e Joaquim Neto ficaram empatados na pontuação do Campeonato com 79 pontos.

Mas, como o regulamento prevê como critério de desempate o melhor resultado da última prova, Matheus garantiu o título. O piloto comemorou muito a conquista.

Pódio 65cc (Foto: Kelson Rene/CBM)

“Foi muito difícil conquistar este título. Eu fiz a minha parte, mas dependia do resultado do Joaquim Neto. Estou muito feliz com essa conquista. É meu segundo título no Brasileiro”, conta Matheus Favero, que já possui um caneco da 50cc.

A categoria foi disputada em quatro etapas do Brasileiro de Motocross: (1ª, 4ª, 5ª e 7ª).

Resultado

1º -  Matheus Favero Silva

2º -  Diogo Moreira Nascimento

3º - Gabriel Bohrer Andrigo

4º  - Carlos Eduardo Bauer Baltazar

5º  - Joaquim Antonio Neto

*Resultado completo no site: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultado.php?idBateria=3952&organizador=CBM&idModalidade=13

Classificação

1º - Matheus Favero Silva   - 79 pts

2º -  Joaquim Antonio Neto   - 79 pts

3º -  Diogo Moreira  - 71 pts

4º-  Gabriel Bohrer Andrigo  - 64 pts

5º -  João Pedro De Freitas - 58 pts

*Classificação completa: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao-categoria.php?idCategoria=49&idCampeonato=293&organizador=CBM&idModalidade=13

Diogo Moreira é campeão invicto na 50cc

Na 50cc, mas uma vez a garotada deu um show. Os pilotos fizeram grandes disputas durante  a prova realizada neste sábado, 11, durante a 7ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross.

Diogo Moreira (Foto: Kelson Rene/CBM)

O piloto Diogo Moreira não largou na frente. Mas logo assumiu a primeira colocação e venceu mais uma prova no ano, garantindo o título da categoria com 100% de aproveitamento. “ Agora é comemorar. Foi uma prova muito difícil, pois a pista estava um pouco pesada. Mas conseguiu alcançar o objetivo e me tornar campeão. Para o ano que vem vou buscar a vitória da 65cc”, garante Diogo Moreira.

Pódio 50cc (Foto: Kelson Rene/CBM)

A categoria foi disputada em quatro etapas do Brasileiro de Motocross: (1ª, 4ª, 5ª e 7ª).

Resultado:

1º Diogo Moreira

2º Henrique Henicka

3º Rodolfo Bicalho

4º Luis Eduardo Martins

5º Rafael Becker

Resultado completo: http://www.cbm.esp.br/sistema/resultados.php?etapa=939&organizador=CBM&idModalidade=13

Classificação:

1º Diogo Moreira  - 100 pts

2º Rodolfo Bicalho - 78 pts

3º Luis Eduardo Martins - 78 pts

4º Henrique Henicka  - 70 pts

5º Rafael Becker - 56 pts

Classificação completa: http://www.cbm.esp.br/sistema/classificacao.php?campeonato=293&ano=&organizador=CBM&idModalidade=13

O Campeonato Brasileiro de Motocross 2014 é organizado pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e tem o patrocínio da Honda, Yamaha, Rinaldi, Peterlongo, Levorin, Petrobras, Lubrax e IMS. A 7ª etapa é uma realização do Portal Zuun Motorcycles, promoção da Prefeitura de Santa Maria e patrocínio Hotel Fazenda Pampas.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

Classificação,

    PILOTO PONTUAÇÃO
    1 Antonio Cairoli 478
    2 Clement Desalle 387
    3 Gautier Paulin 383
    VEJA TABELA COMPLETA

esportes,14 Nov