03/07/2015 - 10h24 - Atualizado em 03/07/2015 - 10h26

Brasileiro de Rally Baja - Motocicletas encaram desafio no Jalapão

O Rally Baja Jalapão 500 será realizado neste sábado

Fonte: Mundo Press

Team Rinaldi está confirmado no Rally Baja Jalapão 500, que traz percurso longo e muita areia na famosa região do Tocantins

Os pilotos de motocicleta têm pela frente um desafio inédito no Campeonato Brasileiro de Rally Baja. O Rally Baja Jalapão 500 será realizado neste sábado e vale pontos para a sétima e oitava etapas da competição, com largada e chegada em Palmas (TO). O Team Rinaldi está confirmado e acelera forte com o gaúcho Gregório Caselani (líder da classe Super Production), o catarinense Ricardo Martins (líder da Production Aberta) e a paulista Moara Sacilotti (em segundo lugar na Production Aberta).

Ricardo Martins, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Doni Castilho/DFotos

A prova representa o percurso mais longo já disputado na modalidade Baja no país. Serão 433 quilômetros de trechos cronometrados e 193 km de deslocamentos, passando ainda pelas cidades de Ponte Alta e Novo Acordo, também no Tocantins. Muitas vezes comparada a um deserto, a região do Jalapão é marcada por terreno arenoso, erosões e trechos que exigem habilidade no trial.

O Team Rinaldi separou os pneus off-road dos modelos HE 40, RMX 35 e HE 42 (especialmente desenvolvido para os praticantes de rali). Gregório Caselani está pronto para largar. “Nunca competi no Jalapão e a expectativa é grande. Será a maior quilometragem que eu já disputei em um dia”, disse o piloto. “O Rally dos Sertões está próximo, então não posso arriscar, ainda mais em um local adverso”, continuou. O maior rali do país será realizado entre os dias 1 e 8 de agosto.

Ricardo Martins não vê a hora de acelerar. “Estou bastante ansioso, competi três vezes no Jalapão e a prova irá exigir muito preparo físico. Pretendo pilotar de forma limpa e consciente, mas com ritmo forte para somar importantes pontos no campeonato”, explicou. A experiente Moara Sacilotti também conhece o Jalapão, em suas passagens pelo Rally dos Sertões. “O Jalapão é um monstro e é preciso saber respeitá-lo. Será um rali muito longo e duro, difícil para todos. Treinei demais e tenho preparo físico para fazer uma boa corrida”, concluiu.

Gregório Caselani, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Ney Evangelista/DFotos

Ramon Sacilotti em recuperação – A baixa da equipe será o paulista Ramon Sacilotti, líder da classificação geral e segundo colocado na Super Production. Ele se recupera de uma fratura na perna direita. “Volto a tempo de disputar o Rally dos Sertões, mas vou perder a prova que eu mais esperava esse ano, o Rally Baja Jalapão 500. Espero que esta seja a primeira de muitas edições, porque quero muito competir lá”, concluiu.

Programação – Rally Baja Jalapão 500*

3/7 – Sexta-feira
Das 13h às 17h - Secretaria de prova na Praia da Graciosa, em Palmas (TO)
Das 14h às 17h – Vistorias técnicas na Praia da Graciosa
18h – Briefing na Praia da Graciosa

4/7 - Sábado
5h30 – Largada na Praia da Graciosa, em Palmas (TO)
Deslocamento inicial - 10 km
Trecho Especial - 433 km
Distância Final - 183 km
Total – 626 km
21h - Premiação

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,13 Nov