02/10/2015 - 10h31 - Atualizado em 02/10/2015 - 10h33

Brasileiro de Rally Baja vive momentos decisivos em Santa Catarina

O Brasileiro é formado por 16 etapas e termina em dezembro

Fonte: Mundo Press

Com o título da classe Production Aberta garantido por Ricardo Martins, Team Rinaldi acelera em busca de mais vitórias nas etapas deste final de semana

O Campeonato Brasileiro de Rally Baja para motocicletas vive momentos decisivos nos arredores de Araquari, norte de Santa Catarina. A cidade recebe neste final de semana o 4º Rally Rota SC, válido como 11ª e 12ª etapas da competição nacional, e tem presença garantida dos pilotos do Team Rinaldi. Destaque nas trilhas, o piloto da casa Ricardo Martins lidera a classificação geral e garantiu o título da classe Prodution Aberta por antecipação.

Ramon Sacilotti, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Luciano Santos/DFotos

O Brasileiro é formado por 16 etapas e termina em dezembro. A equipe da fábrica gaúcha de pneus também busca vitórias com o paulista Ramon Sacilotti e o gaúcho Gregório Caselani, líder e segundo colocado da Super Production, respectivamente. Irmã de Ramon, Moara Sacilotti está em terceiro lugar na Production Aberta, a apenas um ponto do vice-líder. As disputas catarinenses terão 212 quilômetros de trechos cronometrados e prometem belezas naturais e muita areia. Os pilotos encaram o desafio com os pneus RMX 35, SR 39 e HE 40, modelos da linha off-road da Rinaldi.

Ricardo Martins, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Ney Evangelista/DFotos

Ricardo Martins nasceu em Florianópolis, mas mora em Palhoça. “Estou bem animado, vou competir em casa, a cerca de 150 quilômetros da minha cidade. A previsão é de chuva nos próximos dias, por isso estou preparado para terreno pesado e úmido. O local tem areia de praia, que forma muitas poças, o que pode ser um pouco perigoso. Eu serei o primeiro a largar, tenho de ter bastante atenção, mas estou muito confiante. Tenho feito uma ótima temporada no Brasileiro de Baja e espero dar sequência aos resultados, agora com foco em vencer na classificação geral”, explicou.

Apesar de não conhecer a região, Ramon Sacilotti pretende usar sua experiência em terrenos arenosos. “A expectativa é sempre grande, em especial por não saber como será a prova, já que nunca andamos naquela região. Sei que terá bastante areia, terreno que eu gosto muito e costumo me dar bem. O objetivo é vencer os dois dias de prova para ampliar a liderança no campeonato”, comentou. Ele lidera a Super Production com 186 pontos, seis a mais que Caselani.

Moara Sacilotti, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Créditos: Luciano Santos/DFotos

O gaúcho também está pronto para as etapas. “Apesar de areia não ser o meu terreno favorito, estou motivado e vou para cima. O Brasileiro está em seus momentos decisivos, então é ganhar ou ganhar”, disse Caselani. Moara Sacilotti é outro destaque da temporada, em terceiro lugar entre os homens da Production Aberta. Ela soma 127 pontos, um a menos que Luiz Fernando Menuzzo “A ansiedade para acelerar é grande, ainda mais com possibilidades de bons resultados e de recuperar a vice-liderança da categoria”, disse a experiente competidora.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,14 Nov