25/05/2016 - 09h55 - Atualizado em 25/05/2016 - 09h56

Equipe da fábrica gaúcha de pneus conquista vitórias nas regiões Sul e Sudeste

Destaques no Brasileiro de Rally Baja, Arena Cross, CACC e Gaúcho de Velocross

Fonte: Mundo Press

Equipe da fábrica gaúcha de pneus é destaque no Brasileiro de Rally Baja, Arena Cross, CACC e Gaúcho de Velocross

O Team Rinaldi conquistou vitórias no Sul e no Sudeste, regiões que receberam importantes competições do motociclismo nacional no último final de semana (21 e 22). A equipe foi destaque em etapas do Brasileiro de Rally Baja, Arena Cross, CACC e Gaúcho de Velocross. Pelo Brasileiro de Enduro de Regularidade, o atual campeão Emerson Loth “Bombadinho” sofreu forte queda e teve de abandonar a etapa capixaba. Veja todos os detalhes:

Ramon Sacilotti, do Team Rinaldi, líder do Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Pedro Vitorino/DFotos

Brasileiro de Rally Baja – Mais rápido entre todas as motocicletas, o paulista Ramon Sacilotti venceu a classe Super Production no 10º Rally Cuesta Off-Road, em Botucatu (SP), realizado neste final de semana (21 e 22). O evento foi válido como quinta e sexta etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

“Estou bastante satisfeito. Fui mais cauteloso no primeiro dia de prova, no sábado, por conta da chuva e por abrir a especial. No domingo, sem chuva e com trajeto marcado, pude acelerar forte e imprimi um ritmo alucinante nos últimos quilômetros, onde consegui a vitória por apenas 19 segundos de vantagem”, disse Sacilotti, líder da classificação geral e da Super Production no Brasileiro.

Moara Sacilotti, irmã de Ramon, também fez bonito no Cuesta Off-Road e ficou em terceiro lugar na mesma categoria. O catarinense Daniel Crema foi ao pódio na segunda posição da Marathon, sendo que os pilotos do Team Rinaldi utilizaram os pneus off-road RMX 35, HE 40, SR 39 e HE 42, específico para os praticantes de rally.

Rafael Becker, do Team Rinaldi, está invicto na classe 50cc do Arena Cross 2016-  Crédito: Café Fotos/Mundo Press

Arena Cross – Rafael Becker disparou na liderança da classe 50cc no Arena Cross 2016, que realizou a terceira etapa na noite deste sábado (21) em Ilhabela, litoral paulista. O jovem catarinense do Team Rinaldi segue invicto na defesa do título. “Foi uma prova difícil, larguei em segundo e caí logo na primeira sessão. Estou muito feliz por ter conseguido vencer a corrida”, disse o piloto.

O goiano Wellington Garcia, da equipe Honda Ipiranga IMS Rinaldi, foi ao pódio da MX Pró em terceiro lugar (na soma das duas baterias). Os pilotos utilizaram pneus dos modelos off-road SR 39, RW 35, HE 40 e RMX 35 no Arena Cross, co-patrocinado pela Rinaldi.

CACC – A segunda etapa do CACC, torneio de cross country patrocinado pela Rinaldi, movimentou o Centro de Treinamento de Arujá (SP) neste domingo (22). O Team Rinaldi ditou o ritmo da categoria Feminina e Janaína Souza levou a melhor, seguida por Tainá Aguiar. “A chuva forte que caiu durante a semana deixou o terreno bem liso, por isso procurei fazer uma prova constante e sem erros. O sol resolveu aparecer para aquecer a prova, que teve grandes disputas em todas as categorias”, relatou Janaína, nova líder da classe. As competidoras utilizaram os pneus off-road dos modelos HE 40 e SR 39 e a corrida teve uma hora de duração mais uma volta.

Gaúcho de Velocross – Os irmãos Basso começaram a mil o Campeonato Gaúcho de Velocross, cuja etapa de abertura foi realizada neste domingo (22) na pista da Fenachim, em Venâncio Aires (RS). Lucas venceu a classe MX2, com Mateus em terceiro. Na MX Pró, Mateus subiu no pódio em segundo lugar. Maiara foi a mais rápida na classe VXF e fechou a VX3 Importada na terceira colocação. Os irmãos do Team Rinaldi aceleraram com os pneus Rinaldi RMX 35 e SR 39.

Brasileiro de Enduro de Regularidade – Emerson Loth “Bombadinho” passou por momentos complicados no Enduro da Polenta, em Venda Nova do Imigrante (ES), válido como nona e décima etapas do Brasileiro de Enduro de Regularidade. Atual campeão nacional, o piloto do Team Rinaldi sofreu uma forte queda e teve de abandonar a prova neste sábado (21).

“A minha perna entrou na roda traseira da moto, senti muita dor e fiquei 40 minutos deitado até conseguirmos sair da trilha e ir ao hospital”, relatou Bombadinho, que foi prontamente socorrido pelos companheiros de prova. “Não tive fraturas, mas é provável que tenha rompido ligamento do joelho. Mesmo assim, agradeço a Deus por não ter ocorrido algo mais grave”, concluiu.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,20 Nov