12/12/2014 - 10h18 - Atualizado em 12/12/2014 - 10h18

Honda South America Rally Team avança com os preparativos para Dakar 2015

Com a Honda CRF 450 Rally, desenvolvida especialmente para a prova

Fonte: Vipcomm

Principal competição off-road do planeta será realizada de 1º a 17 de janeiro na Argentina, Bolívia e Chile

Honda South America Rally Team avança com os preparativos para Dakar 2015

Os pilotos da Honda Racing Rally Team (HSA Rally Team) Jean Azevedo, Javier Pizzolito, Daniel Gouet, Pablo "Cacha" Rodriguez e Demián Guiral seguem na preparação para o Dakar 2015, que será realizado de 1º a 17 de janeiro na Argentina, Bolívia e Chile. Com largada e chegada em Buenos Aires, a principal competição off-road do planeta conta pela primeira vez com a participação de uma equipe sul-americana da Honda, que tem o objetivo de chegar no top 10, na categoria nas motos.

Com a Honda CRF 450 Rally, desenvolvida especialmente para a prova, a equipe tem o apoio e experiência da Team HRC, equipe oficial da Honda. Para esta edição, os preparadores utilizaram as últimas tecnologias para melhorar aspectos-chaves como potência, aerodinâmica, confiabilidade e processos de manutenção para os dias de competição. "Novo motor, novo chassis e nova suspensão são os destaques mais marcantes da CRF 450 Rally. Não estamos falando de moto para turismo ou diversão. Trata-se de uma moto especializada para o Dakar", afirma Hidenori Hanawa, engenheiro sênior da Team HRC, que esteve na Argentina para os primeiros testes da HSA Rally Team, em Pinamar, em Buenos Aires, na Argentina.

Os pilotos da HSA Rally Team estão bastante confortáveis e satisfeitos com todos os ajustes da motocicleta, o que dá grandes expectativas em relação à meta da equipe.  "É uma moto que requer baixo nível de tensão no momento da pilotagem. Tenho certeza que temos ferramentas para encarar a corrida e inteligência para alcançar nossos objetivos", diz o piloto argentino Javier Pizzolito.

O brasileiro Jean Azevedo diz que o equipamento, além de rápido é de fácil manuseio, o que permite encarar as etapas com menos esforço. “Este será meu 17º Dakar. Já andei na África e tive bons resultados. Espero conseguir um bom desempenho também na América do Sul pela HSA Rally Team”, ressalta.

Para Daniel Gouet, do Chile, o Dakar está cada vez mais complicado. “Tem passagens em regiões de altitude acima de 4.000 metros, com temperaturas abaixo de zero, longas distâncias de pilotagem (12 ou 13 horas diárias na moto), acordando às quatro da manhã. Mesmo com tudo isso, estamos confiantes para esse desafio”, destaca.

A ideia da HSA Rally Team foi unir forças e o poder da região para participar do Dakar 2015, na qual a Honda é fornecedora oficial e moto da competição.

Sobre os pilotos

Nesta edição do Dakar, Jean Azevedo, de São José dos Campos (SP), vai disputar a prova pela 17ª vez. O brasileiro já alcançou vitórias em etapas e sua melhor posição foi a 5ª colocação na geral das motos em 2003. Nativo de Pinamar, Javier Pizzolito correu seu primeiro Dakar em 2010, quanto obteve o oitavo lugar. O argentino tem mais de 20 anos de experiência em competições nacionais e internacionais. Daniel Gouet, do Chile, fará o quinto Dakar, após completar a edição de 2014 em oitavo. Pablo “Cacha” Rodriguez e Demián Guiral estrearam no Dakar em 2011 e 2012, respectivamente.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,21 Nov