15/06/2015 - 23h37 - Atualizado em 15/06/2015 - 23h37

Ramon Sacilotti é o mais rápido das motos no Rally Cuesta Off-Road

Ramon Sacilotti ficou satisfeito com o desempenho

Fonte: Mundo Press

Brasileiro de Rally Baja, com Gregório Caselani em segundo e Ricardo Martins em quarto na classificação geral

Ramon Sacilotti, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Ney Evangelista/DFotos

O Team Rinaldi ditou o ritmo das motocicletas no Rally Cuesta Off-Road, que teve fim neste domingo em Botucatu (SP) e foi válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Baja. O paulista Ramon Sacilotti foi o grande vencedor, seguido pelo gaúcho Gregório Caselani. A dupla ainda protagoniza a disputa pelo título da classe Super Production. O catarinense Ricardo Martins, quarto na geral, venceu e ampliou a liderança da Production Aberta.

Nos dois dias de prova, a equipe da fábrica gaúcha acelerou com os pneus da linha off-road dos modelos HE 40 dianteiro e RMX 35 traseiro. O Team Rinaldi também foi representado pelo mineiro Guilherme Piva e pela paulista Moara Sacilotti, que confirmaram quarta e sexta colocações na Production Aberta, respectivamente.

Ramon Sacilotti ficou satisfeito com o desempenho, sendo que o Cuesta Off-Road contou como quinta e sexta etapas do Brasileiro da modalidade. “Fiz uma prova de superação. Cometi erros no sábado e fui para a trilha com muita garra neste domingo. Consegui me recuperar e vencer na geral. Tinha muita lomba e cava pelo caminho, a minha experiência com o motocross ajudou bastante”, analisou o piloto.

Gregório Caselani, piloto do Team Rinaldi no Brasileiro de Rally Baja - Crédito: Doni Castilho/DFotos

Caselani foi outro destaque. “O roteiro teve muito salto e areia. O terreno, macio e irregular, exigiu muito preparo físico. Venci o primeiro dia e estava com um bom ritmo neste domingo, quando sofri uma queda que soltou a pedaleira. Tive que continuar com uma pedaleira só, mas cheguei ao final muito bem”, contou.

Ricardo Martins, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo, ganhou mais confiança. “Fiquei um pouco tenso no começo, pois não sabia como o meu joelho iria se comportar durante a prova, mas consegui andar bem. Corri mais solto e confiante nas especiais deste domingo, no final conquistei resultados muito bons e importantes para o Brasileiro”, concluiu. As próximas etapas do Brasileiro de Rally Baja estão marcadas para os dias 4 e 5 de julho na região do Jalapão, Tocantins.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,13 Nov