31/07/2015 - 12h16 - Atualizado em 31/07/2015 - 12h21

Yamaha Grupo Geração busca títulos no Rally dos Sertões 2015

A 23ª edição do Rally dos Sertões começa neste sábado, 1º de agosto

Fonte: Yamaha Grupo Geração

Ricardo Martins, Guilherme Cascaes e Daniel Crema defendem time nas categorias Production Aberta e Marathon

Da esquerda para direita: Martins, Cascaes e Crema durante os treinos para o Sertões 2015

A 23ª edição do Rally dos Sertões começa neste sábado, 1º de agosto, em Goiânia, Goiás. Com destino a Foz do Iguaçu, Paraná, o roteiro inédito terá quase 3 mil quilômetros de velocidade, superação, esforço físico e mental, colocando equipamentos e pilotos de todos Brasil à prova em oito dias de competição.

A Yamaha Grupo Geração conta com três pilotos catarinenses para defender o time azul. Ricardo Martins, Guilherme Cascaes e Daniel Crema. Os dois primeiros correm na categoria Production Aberta, enquanto Crema disputa a Marathon.

Atual líder do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country nesta categoria, Ricardo Martins tem dois objetivos no Sertões 2015 à bordo da Yamaha YZ 450F. Além de buscar a vitória, o piloto quer manter a liderança do nacional, já que os cinco primeiros dias de Sertões também somam pontos pelo Brasileiro da modalidade.

Cascaes defende o título de campeão na Production Aberta em sua terceira participação na competição. No ano passado, o atleta superou suas próprias expectativas e terminou com o troféu na classe e a 11ª colocação na classificação geral (sem distinção de categorias).   

Já para Crema, o desafio é um pouco diferente. Se passaram dez anos desde a última participação dele no Sertões. Em 2004, o atleta da Yamaha Grupo Geração foi campeão da categoria Marathon, e agora tenta repetir o feito.

Detalhe que tanto Crema quanto Cascaes competem o ano inteiro no enduro de regularidade, mas nesta época do ano se dedicam ao rally especialmente para disputar o Sertões. Com motos mais potentes, maiores, e uma "pegada" diferente de disputa, eles têm este desafio extra pela frente à bordo de suas Yamaha WR 450F.

Confira abaixo as expectativas de cada atleta para este ano!

Guilherme Cascaes defende título da categoria Production Aberta, conquistado em 2014

Ricardo Martins

35 anos
Categoria: Production Aberta
Moto: Yamaha YZ 450F
Número de participações anteriores no Rally dos Sertões: 4

"Passamos um ano inteiro desenvolvendo a moto (Yamaha YZ 450F) para este Sertões. É a prova mais importante do ano. Venho me preparando fisicamente também para fazer um grande resultado. Estou muito focado. Sei que o nível técnico dos adversários é muito alto, então vai ser um Sertões de ataque, tem que ir pra cima, tem que correr alguns riscos. Serão oito dias de dedicação total, sem folga, e tenho esperança de fazer um grande resultado, brigando pelo título da categoria e uma boa posição na classificação geral", diz Martins.

Daniel Crema

35 anos
Categoria: Marathon
Moto: Yamaha WR 450F
Número de participações anteriores no Rally dos Sertões: 1

"Chega nesta época do ano e eu mudo um pouco a rotina para me adaptar a esta competição. O peso da moto muda bastante. Com um tanque maior e totem na frente, ela chega a ficar cerca de 35kg mais pesada do que a moto que utilizo no enduro. Mas estou preparado e bem tranquilo quanto ao desafio. Treinamos juntos (com Martins e Cascaes) e deu pra ver que estamos com nível parecido. Espero brigar pelo título da categoria e para ficar no Top 10 da classificação geral", comenta Crema.

Guilherme Cascaes

32 anos
Categoria: Production Aberta
Moto: Yamaha WR 450F
Número de participações anteriores no Rally dos Sertões: 2

"Faltando 30 dias para o Serões, mudo meu foco. São duas modalidades bem diferentes. No enduro são trechos travados, média de velocidade baixa, e uso uma WR 250F, enquanto no rally é alta velocidade, trechos abertos, tanques de combustível maiores, moto mais pesada. O terreno e as condições de prova são muito diferentes. Aposto na minha regularidade e constância para andar entre os ponteiros. A estratégia é andar um pouco abaixo do limite porque o rally não permite erros. São quase três mil quilômetros em que cada segundo, curva, pedra, faz diferença no fim", salienta Cascaes.

Confira o roteiro do Rally dos Sertões 2015

1º de agosto
Prólogo (das 11h30 às 14h) e largada promocional (17h15) no Autódromo Internacional de Goiânia

2 de agosto
1ª etapa – Goiânia (GO) / Rio Verde (GO)
Deslocamento inicial: 50,84 km
Trecho cronometrado: 205,74 km
Deslocamento final: 104,56 km
Total do dia: 361,14 km

3 de agosto
2ª etapa - Rio Verde (GO) / Itumbiara (GO)
Deslocamento inicial: 28,22 km
Trecho cronometrado: 156,73 km
Deslocamento final: 150,02 km
Total: 334,97 km

4 de agosto
3ª etapa - Itumbiara (GO) / São Simão (GO)
Deslocamento inicial: 143 km
Trecho cronometrado: 295,05 km
Deslocamento final: 65,32 km
Total do dia: 503,37 km

5 de agosto
4ª etapa - São Simão (GO) / Três Lagoas (MS)
Deslocamento inicial: 147,13 km
Trecho cronometrado: 240,06 km
Deslocamento final: 39,59 km
Total do dia: 426,78 km

6 de agosto
5ª etapa - Maratona - Três Lagoas (MS) / Euclides da Cunha Paulista (SP)
Deslocamento inicial: 142,06 km
Trecho cronometrado: 291,16 km
Deslocamento final: 154,04 km
Total do dia: 587,26 km

7 de agosto
6ª etapa - Euclides da Cunha Paulista (SP) / Umuarama (PR)
Deslocamento inicial: 26,96 km
Trecho cronometrado: 199,32 km
Deslocamento final: 89,84 km
Total do dia: 316,12 km

8 de agosto
7ª etapa - Umuarama (PR) / Foz do Iguaçu (PR)
Deslocamento inicial: 200,56 km
Trecho cronometrado: 120,54 km
Deslocamento final: 25,05 km
Total do dia: 346,15 km

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,13 Nov