16/02/2017 - 15h50 - Atualizado em 18/02/2017 - 15h59

Definidos os campeões da temporada 2016 do brasileiro e gaúcho de Velocross

As finais ocorreram nos dias 08 e 09 de outubro.

FGM

Aconteceu neste final de semana, 08 e 09 de outubro as finais do gaúcho e brasileiro de velocross na cidade de Tapejara, Rio Grande do Sul. A final das duas competições ocorreu no Motódromo Severino Borilli, Centro de Treinamentos da Empresa de pneus Borili Racing e pilotos de diversos estados e países do MERCOSUL marcaram presença proporcionando um verdadeiro show de pilotagem ao público presente.
No gaúcho a garotada das 50cc deu um show e Pietro Piroli de Tapejara festejou seu primeiro título como piloto profissional na “A” somando  122 pontos. Auguto Wening de Montenegro ficou com o vice-campeonato da categoria com 113 pontos. Na “B” Otávio Zanatta também de Tapejara mesmo empatando em 119 pontos com Matheus Almeida de Rio Grande festejou o título por ter mais primeiros lugares.

55ccA
1º - Pietro Pirolli – Tapejara/RS – 122 pontos
2º - Augusto Wening – Montenegro/RS – 113 pontos
3º - Victor Weizenmann – Arroio do Meio/RS – 93 pontos
4º - Matheus Kappel – Marau/RS – 40 pontos
5º - Guilherme Chagas Moraes – Marau/RS – 20 pontos

55ccB
1º - Otavio Zanatta - Tapejara/RS – 119 pontos, mas com três primeiros lugares.
2º - Matheus Almeida - Rio Grande/RS – 119 pontos
3º - Eduardo Braga – 76 pontos
4º - Wagner Gandini – Passo Fundo/RS – 42 pontos
5º - Luiz Gustavo Fagundes – 36 pontos

Na 65cc, Santiago Leiria da Silva de Frederico Wesphalen veio para cravar mais uma vitória e sair com 25 pontos a frente do segundo colocado João Pedro Roncatto de Nova Prata. Leiria mostrou nas pistas competência e talento e promete ser um grande piloto no futuro.
65cc
1º - Santiago Leiria da Silva - Frederico Wesphalen/RS – 125 pontos
2º - João Pedro Roncato – Nova Prata/RS – 110 pontos
3º - Felipe de Abreu Gonçalves – Pelotas/RS – 91 pontos
4º - Bruno Henrique Severa/RS – Vera Cruz/RS – 88 pontos
5º - Gabriel Marcolin Bilhar – Guaporé/RS – 85 pontos

Gabriel Dias Lopes Costa de Dom Pedrito e Mauro Brazaca Junior de Vila Langaro fizeram um duelo até o final da competição e por uma diferença de apenas dois pontos, Gabriel levou o titulo da Júnior de 2016. Arthur Costa Barcelos que chegou em terceiro por pouco não entrou na briga pela vice liderança com quatro pontos a menos que Brazaca.

Junior
1º - Gabriel Dias Lopes Costa - Dom Pedrito/RS – 113 pontos
2º - Mauro Brazaca Junior - Vila Langaro/RS – 111 pontos
3º - Arthur Costa Barcelos – Capão do Leão/RS – 107 pontos
4º - Willian Mateus Timm – Vera Cruz/RS – 85 pontos
5º - Jader Martini – Santa Maria/RS – 52 pontos

A intermediária 230 Nacional foi muito bem administrada por Jonilson Steven da Costa de Ciríaco que soube manter a calma e faturar de vez o campeonato 2016 da categoria fechando a temporada com três primeiros lugares e dois segundos. João Vitor Sturm de Passo Fundo esteve na cola mas não conseguiu superar Steven, mas levou para casa a vice liderança deste ano.

Intermediária 230 Nacional
1º - Jonilson Steven da Costa – Ciriaco/RS – 119 pontos
2º - João Vitor Sturm – Passo Fundo/RS – 102 pontos
3º - Giovani Araldi – Ibiaçá/RS – 97 pontos
4º - Mauro Brazaca Júnior – Vila Langaro/RS – 79 pontos
5º - Junior Leandro Pick – Vera Cruz/RS – 77 pontos

Disputa acirrada ficou por conta da categoria Nacional Força Livre entre os pilotos Felipe Deloss e Dioy Estieven da Costa que travaram ponto a ponto a liderança da competição. Quem se deu melhor foi Deloss que na última bateria, mesmo estando em segundo até a última volta viu seu rival cair e permitir mais uma vitória e o titulo de campeão gaúcho 2016 da Força Livre.

Nacional Força Livre (Gaúcho)
1º - Felipe Marcelo Deloss – Lajeado/RS – 219 pontos
2º - Dioy Estieven da Costa – Criríaco/RS – 195 pontos
3º - Alex Alarcon Junior – Montenegro/RS – 160 pontos
4º - Gustavo Correia de Freitas -  Barros Cassal/RS – 150 pontos
5º - Ricardo Gusberti – Vila Flores/RS – 132 pontos

Na Feminina Nacional Maria Eduarda Salomoni da Silva venceu seis de seis priovas e consagrou-se campeã absoluta da categoria seguida de Micheli Karine Schimidt. Na Feminina Importada, nada mais nada menos que a atual campeão brasileira e agora gaúcha Maiara Basso mostra que está realmente um nível acima de todas as "gurias" da categoria. Nicole Manzke Souza ficou com o vice-campeonato da importada.

Feminina Nacional
1º - Maria Eduarda Salomoni da Silva – Passo Fundo/RS – 125 pontos
2º - Micheli Karine Schimidt – Passo Fundo/RS – 108 pontos
3º - Angelica Maria Laimer – Passo Fundo/RS – 90 pontos
4º - Rayana Dallasta – Santa Maria/RS – 84 pontos
5º - Mariana Cassol Piccoli – Alegrete/RS – 59

Feminina Importada
1º - Maiara Basso – Mato Castelhano/RS – 125 pontos
2º - Nicole Manzke Souza – Santa Vitória do Palmar/RS – 110 pontos
3º - Tais Angelica Knies – Candelária/RS – 100 pontos
4º - Ketlin Cvendrych – Passo Fundo/RS – 90 pontos
5º - Kamila Cogno Rocha – Chuí/RS – 22 pontos

Jordan Prade Martini e Matheus da Costa protagonizaram uma grande disputa nesta temporada na categoria 230 Pró e por detalhes Matheus não ficou com o título, pois mostrou ser um piloto de extrema competência. No entanto Jordan Martini, com seu jeito arrojado de pilotagem conquistou o título de 2016 e leva para Santa Maria mais um título gaúcho para a cidade, já que tem pilotos renomados como é o caso do multicampão Fernando Sanches.

230 Pró (Gaúcho)
1º - Jordan Prade Martini – Santa Maria/RS – 122 pontos
2º - Matheus da Costa – Ciriaco/RS – 116 pontos
3º - Mauro Brazaca Junior – Vila Langaro/RS – 80 pontos
4º - Gustavo Correia de Freitas – Barros Cassal – 76 pontos
5º - Willian Daniel Lenz – Arroio do Meio/RS – 65 pontos

Já na intermediária VX o uruguaio Franco Nahuel desfilou em solo gaúcho e mostrou extrema competência para levar para Chuí, sua cidade atual a taça de campeão gaúcho 2016 da categoria. Com mais de 34 pontos para o segundo colocado Simão Dalberto, Franco promete ainda mais na próxima temporada, já que disputou outras categorias para se firmar ainda mais nas competições.

Intermediária VX
1º - Franco Nahuel Oliveira Rodrigues – Chuí/RS – 122 pontos
2º - Simão Dalberto – Encantado/RS – 88 pontos
3º - Gustavo de Oliveira Visotto – Carazinho/RS – 80 pontos
4º - Casemiro Socoowski Neto – Rio Grande/RS – 78
5º - Eduardo Treviso – Sertão/RS – 70 pontos

Os irmãos Basso da cidade de Gentil fizeram dobradinha de campeão e vice na VX2. Com uma disputa pra lá de acirrada com Jórdan Martini, o piloto de Santa Maria ficou apenas dois pontos atrás do vice Mateus e beliscou o campeonato, mas a família Basso novamente leva títulos para casa já que Lucas faturou também o Brasileirro na VX1.

VX2 (Gaúcho)
1º - Lucas Fávero Basso – Gentil/RS – 117 pontos
2º - Mateus Fávero Basso – Gentil/RS – 107 pontos
3º - Jórdan Prade Martini – Santa Maria/RS – 105 pontos
4º - Henrique Araújo – Passo Fundo/RS – 84 pontos
5º - Franco Nahuel Oliveira Rodrigues – Chuí/RS – 79 pontos

Marcio Moises Alarcon de Montenegro faturou a VX3 Nacional com 10 ponto de diferença para o segundo e vice Luciano de Conto, mas o ano foi acirrado  por vários momentos e um dos pilotos em destaque no gaúcho foi Elder Pirolli que conquistou a terceira posição. Foi um grande campeonato nesta categoria e o ano que vem promete.

VX3 Nacional (Gaúcho)
1º - Marcio Moises Alarcon – Montenegro/RS – 112 pontos
2º - Luciano de Conto – Passo Fundo/RS – 102 pontos
3º - Elder Pirolli – Tapejara/RS – 100 pontos
4º - Luiz Volnei Refatti – Alegrete/RS – 81 pontos
5º - Ademir Jose Tem Pass – Lajeado/RS – 78 pontos
Na VX4, os papéis se inverteram e Luciano de Conto levou o campeonato da categoria deixando Alarcon em terceiro. Luiz Volnei Refatti desta vez, ficou com a vice liderança da competição.

VX4 Nacional (Gaúcho)
1º - Luciano de Conto – Passo Fundo/RS – 114 pontos
2º - Luiz Volnei Refatti – Alegrete/RS – 106 pontos
3º - Marcio Moises Alarcon – Montenegro/RS – 103 pontos
4º - Elder Pirolli – Tapejara/RS – 102 pontos
5º - Danny de Oliveira – Panambi/RS – 91 pontos
A VX3 e VX4 na temporada 2016 do gaúcho e da VX3 do brasileiro de velocross tem somente um dono, chama-se Fabiano Guimarães Ribeiro de Passo Fundo/RS, que sem muito tempo para treinos, mostrou na pista que força e fé andam sim lado a lado. Com uma grande desempenho em pista soube administrar e levar para casa três títulos importantes nesta temporada. Já Fernando Sanches se consagrou novamente campeão da VX4 do brasileiro, com isso mais um título fica em solo gaúcho.

VX3 Importada (Gaúcho)
1º - Fabiano Guimarães Ribeiro – Passo Fundo/RS – 125 pontos
2º - Fernando Sanches Berwanger – Santa Maria/RS – 96 pontos
3º - Mairara Basso – Mato Castelhano/RS – 94 pontos
4º - Julio Cezar Balzan – Tupaciretã/RS – 86 pontos
5º - Eduardo Treviso – Sertão/RS – 84 pontos

VX4 Importada (Gaúcho)
1º - Fabiano Guimarães Ribeiro – Passo Fundo/RS – 125 pontos
2º - Fernando Sanches Berwanger – Santa Maria/RS – 113 pontos
3º - Julio Cezar Balzan – Tupaciretã/RS – 94 pontos
4º - Julio Cezar de Bortoli -  Estrela Velha/RS – 82 pontos
5º - Gustavo de Oliveira Visotto – Carazinho/RS – 54 pontos

Encerrando o dia a VX Pró finalizou em grande estilo e novamente Lucas Basso levou o título de campeão gaúcho de velocross 2016. Desta vez não deu dobradinha dos irmãos Basso mas Mateus terminou o campeonato em terceiro. Quem beliscou novamente o campeonato foi Jórdan Martini que contava com alguns imprevistos dos irmãos, mas parece mesmo que além da competência, o ano conspirou a favor de Lucas Basso.

Agora é esperar ansiosamente para que recomecem as competições de velocross em 2017, pois já está batendo saudades. Até a próxima temporada do gaúcho de velocross!

No Brasileiro e em sua primeira participação no Brasileiro de Velocross, Leonardo Lizott (Sertão/RS) se tornou o principal nome da etapa ao vencer as duas principais categorias, VX2 e VX1. “Foi um fim de semana perfeito, consegui fazer as melhores voltas nos treinos, largar na frente nas duas provas e vencer. Estou muito feliz com esse resultado, é a minha primeira participação em uma etapa de Velocross. Enfrentar os melhores pilotos do País foi realmente especial. Só tenho a agradecer a todos meus patrocinadores, todas as pessoas que estavam no CT torcendo por mim e ao Renato Borilli por me dar essa oportunidade e por ter realizado um belíssimo evento.” – disse o piloto ao final da disputa da VX1.

Jacson Keil
O maior detentor de títulos do campeonato Brasileiro de Velocross não passou em branco em 2016, muito pelo contrário. Jacson Keil (São Bento do Sul/SC) não precisava vencer suas categorias para repetir o ano de 2015 e somar mais três títulos 230cc Pró (antecipado), Força Livre Nacional e VX2, ao seu invejável currículo de 13 títulos na principal competição da modalidade do Brasil. “Foi um ano que cheguei com uma situação bem favorável, com uma boa vantagem e pude administrar o resultado. Em resultados não foram as minhas melhores provas, mas entrei com o pensamento de colocar fora o trabalho de um ano inteiro e, felizmente, deu tudo certo.” – comentou o piloto.

Pódio VX1
O gaúcho Lucas Basso (Gentil/RS) conquistou o seu quinto título no Brasileiro de Velocross. Lucas entrou na pista na liderança do campeonato na VX1 e, com a vantagem na classificação, não precisou vencer. O sexto lugar na etapa de Tapejara foi o suficiente para garantir o título da categoria. “Estou muito feliz com meus resultados desse ano. Consegui meu quinto título Brasileiro de Velocross. Tive que me dedicar bastante para alcançar meus objetivos e posso dizer que estou muito feliz por ter conseguido. Foi um ano de muitas disputas em todas as etapas. Só tenho a agradecer a minha família e aos meus patrocinadores.” – declarou Lucas ao final da prova.
Com o título garantido na VX3 Importadas, Fabiano Ribeiro (Passo Fundo/RS) comemorou a conquista com duas grandes vitórias. Uma na VX3 Importada e a outra na VX4 Importada. Fernando Sanches (Santa Maria/RS) foi o segundo colocado na VX4, com o resultado o santa-mariense ficou com o título de campeão da categoria.
Com uma vitória de ponta a ponta o paranaense Márcio Lago (Curitiba/PR) conquistou o título da categoria VX3 Nacional. Na VX4 o campeão foi o gaúcho Elder Pirolli (Tapejara/RS).
Ao final da etapa a Borilli Racing Pneus Off Road proporcionou um grande momento de confraternização com a Festa dos Campeões, realizada no camarote especialmente montado para o evento. O ambiente foi de muita descontração e animado pela Banda Skema de Passo Fundo, que embalou a comemoração dos pilotos.

VX1
1º - Leonardo Lizott (Sertão/RS)
2º - Lucas Gadotti (Rodeio/SC)
3º - Rodrigo Taborda (Colombo/PR)
4º - Mateus Basso (Gentil/RS)
5º - Henrique Araújo (Passo Fundo/RS)
Campeão: Lucas Basso (Gentil/RS)
Vice Campeão: Rodrigo Taborda (Colombo/PR)

VX2
1º - Leonardo Lizott (Sertão/RS)
2º - Henrique Araújo (Passo Fundo/RS)
3º - Rodrigo Taborda (Colombo/PR)
4º - Lucas Basso (Gentil/RS)
5º - Jordan Martini (Santa Maria/RS)
Campeão: Jacson Keil (São Bento do Sul/SC)
Vice Campeão: Lucas Basso (Gentil/RS)

VX3
1º - Fabiano Ribeiro (Passo Fundo/RS)
2º - Paulo Stédile (Curitiba/RS)
3º - Braz dos Santos (Blumenau/SC)
4º - Eduardo Treviso (Sertão/RS)
5º - Giovane Pick (Vera Cruz/RS)
Campeão: Fabiano Ribeiro (Passo Fundo/RS)
Vice Campeão: Paulo Stédile (Curitiba/PR)

VX4
1º - Fabiano Ribeiro (Passo Fundo/RS)
2º - Fernando Sanches (Santa Maria/RS)
3º - Braz dos Santos (Blumenau/SC)
4º - Maiara Basso (Mato Castelhano/RS)
5º - Júlio César Balzan (Tupanciretã/RS)
Campeão: Fernando Sanches (Santa Maria/RS)
Vice Campeão: Braz dos Santos (Blumenau/SC)

VX3 Nacional
1º - Márcio Lago (Curitiba/SC)
2º - Elder Pirolli (Tapejara/RS)
3º - Luiz Volnei Refatti (Alegrete/RS)
4º - Márcio Alarcon (Montenegro/RS)
5º - Claiton Portela (Passo Fundo/RS)
Campeão: Márcio Lago (Curitiba/SC)
Vice Campeão: Elder Pirolli (Tapejara/RS)

VX4 Nacional
1º - Luciano De Conto (Passo Fundo/RS)
2º - Danny de Oliveira (Panambi/RS)
3º - Elder Pirolli (Tapejara/RS)
4º - Luiz Volnei Refatti (Alegrete/RS)
5º - Luis Carlos Berger (Montenegro/RS)
Campeão: Elder Pirolli (Tapejara/RS)
Vice Campeão: Edinaldo Jardineti (Sete Quedas/MS)

Força Livre Nacional
1º - Felipe Deloss (Lajeado/RS)
2º - Edinilson Batista (Camboriu/SC)
3º - Jacson Keil (São Bento do Sul/SC)
4º - Joel da Costa (Ciríaco/RS)
5º - Bruno Floresi (Araucária/PR)
Campeão: Jacson Keil (São Bento do Sul/SC)
Vice Campeão: Edinilson Batista (Camboriu/SC)

230cc Pró
1º - Jacson Keil (São Bento do Sul/SC)
2º - Alex Assmann (Paulo Frontrin/PR)
3º - Jean Grosskopf (São Bento do Sul/SC)
4º - Matheus da Costa (Ciríaco/RS)
5º - Mauro Brazaca Júnior (Vila Lângaro/RS)
Campeão: Jacson Keil (São Bento do Sul/SC)
Vice Campeão: Márcio Lago (Curitiba/SC)

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,13 Nov