09/07/2013 - 09h47 - Atualizado em 09/07/2013 - 09h48

Maior encontro de trilheiros do mundo comemora novo recorde

Bananalama 2013 contou com a participação de 3.312 motos, 1.180 a mais do que na edição registrada no Guinness Book.

Fonte: Bananalama

Bater o próprio recorde foi o maior presente no aniversário de 10 anos do Bananalama, evento reconhecido pelo Guinness Book como o maior encontro de trilheiros do mundo. Dentre as 60 mil pessoas que compareceram à festa, realizada entre os dias 4 e 7 de julho, em Corupá (SC), 3.312 largaram com suas motos para a trilha, 1.180 a mais do que na edição registrada no livro dos recordes.

O local do evento ficou tomado de trilheiros. Foto: Maurício Arruda/Bananalama

O Clube de Trilheiros Bananalama, responsável pela organização da festa, comemorou o sucesso. "Tivemos um total de 4.281 inscritos, mas muitos não passaram pelo grid ou foram na garupa, então aquele é o número oficial. Esta conquista não é apenas nossa, mas de cada um que marcou presença. Com a ajuda de nossos parceiros, fizemos de tudo para oferecer um grande evento. Esperamos ter atendido a expectativa de todos. Fica aqui registrado nosso agradecimento", afirma o presidente, Alisson Siqueira.

Luciano Cadari, do Rank Brasil, entrega troféu ao presidente do Bananalama, Alisson Siqueira. Foto: Maurício Arruda/Bananalama

A nova marca já foi registrada pelo Rank Brasil, que esteve presente para acompanhar o processo, desde a inscrição até a largada. O reconhecimento é um grande aval para que o Guinness Book também faça a homologação. Toda a documentação necessária foi levantada e nos próximos dias deve ser encaminhada à sede do livro, em Londres, na Inglaterra. Não há prazo para uma resposta, mas pela experiência anterior, acredita-se que ela saia até o fim do ano.

Trilha teve 60 quilômetros de muita diversão. Foto: Maurício Arruda/Bananalama

O que se viu na trilha do Bananalama 2013 foi muita diversão. Crianças e adultos, homens e mulheres, enfim, todos curtiram o percurso de 60 quilômetros. Alguns com mais facilidade, outros nem tanto. É o caso do experiente piloto Paulo Stedile, campeão brasileiro de motocros, velocross, cross-country, supermoto e supercross, mas que nunca havia participado de um evento desta modalidade.

Campeão brasileiro em diferentes modalidades, Paulo Stedile se aventurou na trilha pela primeira vez. Foto: Maurício Arruda/Bananalama

"Dei risada do início ao fim e fiz muita gente rir também com as minhas trapalhadas. Sou um verdadeiro roia. Logo no primeiro riacho, deixei a moto morrer e cai, levando outros trilheiros comigo. A experiência é incrível, a largada então, é emocionante. Eu estou acostumado a alinhar com 40 motos no gate e me vi cercado de milhares de pessoas, não tem como não se arrepiar. Quase não acreditei quando me falaram que ela durou cerca de uma hora", disse Stedile.

Trilheiros no aguardo da largada do Bananalama. Foto: Maurício Arruda/Bananalama

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

notícias,18 Dez