28/04/2016 - 09h58 - Atualizado em 28/04/2016 - 10h00

Abraciclo prevê queda de 10,1% nas vendas de 2016

Inicialmente o órgão havia previsto que o ano de 2016 teria produção nacional e vendagem recorde

Zuun,motorcycles

Por conta do quadro econômico instável e pela severa crise financeira atual, a Abraciclo anunciou, em balanço trimestral, previsão de queda de 10,1% nas vendas!

Em coletiva de imprensa realizada esta semana na cidade de São Paulo, a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) realizou a divulgação de seu balanço trimestral, referente aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016, com os números do mercado de duas rodas, informando também, além dos números totais, que as projeções de vendas de produção terão de ser revistas devido à crise financeira atual.

Inicialmente o órgão havia previsto que o ano de 2016 teria produção nacional e vendagem recorde, mas os dados do último relatório apontam que o mercado terá de suportar quedas de 10,1% no número de vendas (1.070.000 unidades) e também no número de unidades produzidas em 9,7% (1.140.000 unidades), análise esta que foi realizada pela associação levando em consideração os números dos três primeiros meses do ano e a prospecção para o mercado para este ano.

As quedas do mercado de motos em números

O relatório da Abraciclo traz dados importantes sobre o mercado de motocicletas no Brasil, informando que desde janeiro até março foram fabricadas 227.426 motocicletas, um número 36,9% menor do que o número de motos produzidas no mesmo período em 2015, quando foram produzidas 360.187 motocicletas de janeiro a março daquele ano.

Já as vendas acumuladas no atacado, ou seja, vendas realizadas pelas montadoras diretamente para as concessionárias, também teve uma forte queda de 37,4%, sendo que de janeiro a março de 2016 foram comercializadas 215.372 motocicletas das fábricas para as concessionárias, número expressivamente menor do que as 343.817 motos que foram comercializadas no mesmo período em 2015.

Além disso, de acordo com as informações da associação, foram produzidas 80.410 motocicletas em março, contra 71.095 em fevereiro e 127.301 unidades no mesmo período no ano passado, sendo que as vendas no atacado atingiram 83.523 motos em março de 2016, uma queda acentuada também para o mês do ano anterior, onde foram produzidas 13.962 unidades.

Exportação de motocicletas cresceu em 2016

Já as exportações apresentaram crescimento no ano de 2016, sendo exportadas 13.749 unidades no primeiro trimestre do ano, número que significa uma alta de 116,5% com relação ao mesmo período do ano anterior. Segundo a Abraciclo, isso se justifica pela alta do dólar, que tornou interessante para as fabricantes no Brasil exportar seus produtos.

 

 

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

notícias,21 Ago